9.6.10

Paixão fingida - Oitavo episódio


Leia, obviamente, de baixo para cima.

E, por favor, xingue o Fulaninho. Eu ia chamar de Sujeito, mas estou com vontade de ofender, então resolvi chamar de Fulaninho.

De: Ioney XXX
Para: Amigo da Ioney
Enviada: Fevereiro 26, 2003 11:25
Assunto: RES:RES:RES:RES:RES:RES: Seu, seu, seu Sujeito!

Consigo até te imaginar vestindo terno riscado, com lenço no bolso, as bochechas cheias de algodão, uma fumaça na sala, contra-luz. O Sujeito na sua frente, morrendo de medo da sua cara ameaçadora e você quase gritando, mas sem precisar (o que dá mais medo ainda): MACARRONI! 

-----
De: Amigo da Ioney
Para: Ioney XXX
Enviada: Fevereiro 26, 2003 11:23
Assunto: RES:RES:RES:RES:RES: Seu, seu, seu Sujeito!

Pois é, tipo aqueles mafiosos italianos, que conquistam a confiança da pessoa e depois aproveitam.
Rimar com Ioney é não é fácil.
----------
De: Ioney XXX
Para: Amigo da Ioney
Enviada: Fevereiro 26, 2003 11:20
Assunto: RES:RES:RES:RES: Seu, seu, seu Sujeito!

Macarroni?
-----------------
De: Amigo da Ioney
Para: Sujeito - su-jei-to@bol.com.br
cc: Ioney XXX
Enviada: Fevereiro 26, 2003 11:15

Assunto: RES:RES:RES: Seu, seu, seu Sujeito!

ora, ora, ora,
pro seu latim eu não dou bola
sou amigo da Ioney
e a defendo dos macarroni
----------------------------------
De: Ioney XXX
Para: Sujeito - su-jei-to@bol.com.br
cc: Amigo da Ioney
Enviada: Fevereiro 26, 2003 11:00
Assunto: RES:RES: Seu, seu, seu Sujeito!

Isso mesmo, Amigo da Ioney, dá nele! Dá nesse Sujeitinho!
----------------------------------------------------
De: Sujeito - su-jei-to@bol.com.br
Para: Amigo da Ioney
Enviada: Fevereiro 26, 2003 10:12
Assunto: RES: Seu, seu, seu Sujeito!

Quem é você, seu sujeitinho, que pensa que pode mandar uma mensagem ameaçadora dessas?
Ah, eu estou morrendo de medo.
Sempre tive medo de estrofes. Muito mais de rima rica.
----------------------------------------------------------------
De: Amigo da Ioney
Para: Sujeito - Su-jei-to
Enviada: Fevereiro 25, 2003 16:57
Assunto: Seu, seu, seu Sujeito!

Sujeito ladrão de caixinhas
trate bem a minha amiga
senão eu te bato na barriga
e te encho de riminhas
* * *

Por algum estranho motivo, Sujeito me manda cópias ocultas dos emails que recebe dos meus amigos. Não, Sujeito, eu não vou te defender (pelo menos por enquanto). E não, eu não estou indignada com o fato de as pessoas mandarem mensagens ameaçadoras para você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário