1.9.09

Dia 23 - Arram!

Descobri que querer transformar escrever aqui em hábito é um pé. Não deve ser hábito, deve ser prazer. E é. Só a preguiça é que é monstra e me impede. Tenho lido tantos livros sobre os quais quero comentar. 20 anos depois, assisti à primeira temporada de LOST. E gostei. Fiz várias receitinhas novas dos meus irmãos, o MMLM manda e-mail pra eles agradecendo a variação no cardápio. Nesse meio tempo, meu tchefe foi e voltou e voltou azedo e jilozento, coisa que quase nunca ele é. Ele é sempre bonzinho e ameno. Descobri que eu tinha deixado um monte de coisa por fazer e fui fazendo mil coisas de meses e meses atrás, me sentindo a última das seresumanas porque eu deixei o desânimo que ele tem com tudo me infectar e eu fiquei pensando que também, pra quer ficar querendo criar desculpinha pra mim mesma? Não fiz, pronto. Agora vou fazer. Aí eu começo a fazer demais, parece, porque, né?, eu tenho que usar meu bom senso e fazer, sem perguntar. Mas se não pergunto, ele fica de bico porque pra eu fazer certas coisas precisa gastar dinheiro e fazer dinheiro é difícil. Porque exige, né?, dedicação, meio que bater ponto e talecoisa. Mas não reclamo, gente, deixa pra lá. Esquece, já foi. Vou fazer mais 5 semanas de espanhol. Uma professoa acha que eu sou fluente, a outra acha que eu sou dã porque eu não dou continuidade às conversas. Tipo. O que eu fiz no finde. Nada, não fiz nada. Fui no restaurante brasileiro, li muito, assisti tevê, limpei banheiro, lavei roupa. Ela não acredita que possa haver alguém com uma vida tão chata. Acha que eu estou enrolando pra não ter que falar ou que eu não entendo as perguntas que ela faz. As manhãs já estão ficando friinhas e já estou tendo que vestir pulovi pra esperar o trem. Daqui a nem um mês a gente se muda e pergunta se a gente assinou o contrato e está arrumando as coisas. O contrato diz que a gente fez inspeção e que está tudo certo. Mas a gente não fez e eu, com a formação legalista que eu tive, quero fazer. Pra ninguém dizer depois que a gente é que, sei lá, deixou a janela despencar ou quebrou a máquina de lavar louça. Meu Gmail não está funcionando e eu estou me sentindo incompleta. Não deveria, né?, me sentir menos eu mesma sem poder checar minha caixa sempre.

4 comentários:

  1. isso que vc disse da professora pedir para falar o dia em tal lingua é realmente um saco.
    Eu também não tenho o que falar, e parece que eu não sei ou nao quero falar...complicado, ãhn?rs

    bjos

    ResponderExcluir
  2. O quê que tá acontecendo? Tem uma pá de gente falando que o gmail não está funcionando. Já deixei até uma resposta automática lá prá mandar pro meu yahoo.

    ResponderExcluir
  3. Cary, a gente poderia inventar uma outra personalidade e viver o personagem na aula :)

    Pema, o Gmail estava fazendo manutenção nos servidores e deu um pau inesperado. Mas parece que já resolveram.

    ResponderExcluir
  4. Adoro quando vc tem o prazer de escrever por aqui! Bjs

    ResponderExcluir