22.6.09

Dia 1

Pra ver se a coisa vai, fiz um furo no dedo do lado de cá, em Filadélfia, meu amigo Rafinha fez do lado de lá, em São Paulo e, bem nãrdimente, a gente passou o sanguinho nos nossos respectivos monitores. Fogos de artifício e luzinhas piscantes se acenderam e muita mágica aconteceu, arebaguandi. O pacto blogueiro que a gente fez começa hoje: um post por dia útil (o dia: não o post) por um mês. Não vale post tweetado. 1 dó-ré-mi: JÁ: tá valendo.

Meu amigo Rafinha, eu nem lembro quando foi que eu o conheci. Capaz de achar quando foi revirando arquivos do blogue. Meu amigo Rafinha é meu único amigo internético que virou de vida real. O único que eu fiz pelo blogue e que ainda é meu amigo mesmo pra sempre-toda vida. Mando um beijo pra ele com essa declaração de amor.

* * *

Então minha primeira contribuição ao pacto vai ser "Meu Querido Reader". Aqui só com diquinhas de não ler, só de ver. E babar.

P.S. Só eu cansei da Dona Norminha? No começo era engraçado e a música orna, mas preciso mesmo ver a Dona Norminha todos os dias? E o Raul Cadore? Agora está mimimi porque está pobre fica saudoso da vida que tinha, cheio de remorso. Remorso nada, que você não me engana, Raul! Tá assim porque se ferrou.

2 comentários:

  1. Dona Norminha se declarou Diva recentemente. Acho que a frase exata foi "Diva não beija, meu amor". E então Dona Norminha estendeu a mão para a produtora que a estava entrevistando. E não beijo, claro. Porque, além de não beijar, Diva tem palavra!

    ResponderExcluir
  2. Mandei os blogs pra minha prima que tem... 11 gatos no apê. Pegou tudo na rua, cuidou e amou! Aaaaatchim!

    ResponderExcluir