9.6.08

Não é que eu seja competitiva

Mas posso dizer? Que eu choro? Quase que a cada jogo de Scrabble que eu perco? Porque pode ser que daqui a uns 20 anos eu saiba todas as palavras que quase ninguém nunca usa -- não estou nem contando a lista de palavras estranhas (ou não) de 2 letras ou 3 letras que são aceitas no jogo, mas nesse momento da minha vida, não sei. Posso até jogar bem e fazer pontos (alguns, não muitos), mas não tenho chance real de ganhar. Não é que eu precise ganhar. É que eu já saio de início com uma tal deficiência. Eu não preciso ganhar. Eu só queria ter uma chance real de. E não ficar me sentindo café-com-leite. Toda vez eu tenho que prometer que não vou mais ficar assim. Que vou jogar só porque.

Dica: Para jogar, você pode tentar o Scrabulous, que é quase que nem o jogo original, mas online de graça. Como dois bons nerds, o menino mais lindo do mundo e eu jogamos a versão online, cada um de um computador -- mas ao menos no mesmo cômodo da casa.

11 comentários:

  1. huahauhauh
    vc eh a monica do friends!
    :*

    ResponderExcluir
  2. Pára tudo! Claro que não. Se for pra, sei lá, jogar basquete, eu não ligo se não ganhar, porque pelo menos eu sei que eu tenho a mesma chance de ganhar que os outros. Definitivamente não é igual a não dominar uma segunda língua tal e qual um nativo a domina! Um pouco de compreensão, Thata, pô!

    ResponderExcluir
  3. eu jogava com o meu professor particular de inglês e te entendo perfeitamente...dá uma raivinha!!!

    ResponderExcluir
  4. Brigada, Renata... Alguém tinha que me entender. :)

    ResponderExcluir
  5. eu perco no scrabble em português. e tenho um diploma em letras. eu acho que nem merecia viver.

    ResponderExcluir
  6. Scrabble em português é Top Letras? Ou tem outro jogo parecido? Tudo bem perder em português -- pelo menos você tem uma chance justa de ganhar.

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto de Boggle, nerd das nerds!
    (Ah, passei para falar que linkei. Você, claro)

    ResponderExcluir
  8. Dri, obrigada pelo linque. Não conhecia Boggle. Dei uma olhada e gostei. Pelo menos, a versão online é você contra você mesma e se é pra ficar putz da vida, pelo menos é consigo mesma... Não tem esse tipo de jogo nas revistas Coquetel? Torto, acho que chamava. Mas não era com tempo e as caixinhas de letras eram maiores. Acabei de ver se dava pra jogar online, mas não dá :(

    ResponderExcluir
  9. Era isso mesmo, Torto! Sempre fiz o torto das revistas Coquetel porque meu pai adorava e eu adorava (still do) meu pai - aliás, esse assunto dava um bom post: "Como os nosso pais" - ou - Daddy see, Daughter do". Eu acatava todas as regras loucas dele: veja, na revistas de nível "Cobrão", a regra dizia que só valiam palavras que tinham quatro letras para cima, mas meu pai aumentou para cinco. Verbos não valiam, só o infinitivo. Regras do presídio! Ficava feliz quando chegava às 30 palavras, enquanto o monstro-pai fazia 50 com um pé nas costas. *suspiro*
    Conselho? Desencana do Boggle online e compra um normal. Eu gosto do barulho dos dadinhos chacoalhando! Gosto de Scattergories também, já jogou?

    ResponderExcluir
  10. eu nunca joguei scrabble online, só no tabuleiro em português mesmo.

    tem alguma coisa nos jogos online que me faz sentir muito burra quando eu perco.

    ResponderExcluir
  11. Pra quem cai aqui procurando o jogo online, agora Scrabulous se chama Lexulous. Joga no Google.

    ResponderExcluir