20.6.07

Podem falar muitas coisas sobre mim,

mãs não podem dizer que eu não sigo uma rotina, com muita disciplina. Todo dia acordo por volta das 11 - sem despertador! O TiVo já está gravando ER pra mim (estou no episódio em que a Abby decidi que vai ter o nenê com o Kovac). São dois episódios por dia, sendo o primeiro às 10 e o segundo às 11.

Pois bem. Acordo e vou lá fora fumar um cigarro. Volto e checo e-mails. Nunca tem nada pra responder, só um ocasional e-mail do meu pai e alguns do B. (mas, tipo, eu vejo a pessoa todos os dias). Eu sou muito carente. Daí leio blogs no Googl_e Rea._der. Aí já está na hora de almoçar, então eu esquento minha marmita (comidinha que eu fiz pra janta do dia anterior) e sento minha buzanfa no sofá e assisto aos 2 episódios de ER.

Já é hora de colocar as louças na lava-louças. Porque ninguém mais faz isso, gentê. Só eu. Eu, euzinha. Eu não entendo qual é a dificuldade de (a) cozinhar, passar uma água nas panelas e utensílios que vai usando e colocar na máquina; (b) passar uma água no seu prato, copo, garfo, o que seja, e colocar na lavadora; (c) terminar de cozinhar, colocar a comida nas marmitas (as coletivas e as pessoais) - tupperware, tá bom? - e passar uma água nas panelas e botar na máquina. Porque se a gente faz na hora, é tão lindo e não tem uma pia cheia *me* esperando no dia seguinte. Mas quem se importa? Ninguém vê quando eu guardo a louça ou carrego a máquina. Enfim. Agora compreendo minha mãe e toda a questã com a pia cheia de louça que eu nunca lavava aos poucos, só quando chegava ao extremo.

Aí já são umas 2 horas, então eu volto pra checar e-mails. Como ninguém me escreve, é rápido. Entro no MSN/meebo, mas como ninguém fala comigo, também é rápido. Se tem roupa pra lavar, lá vou eu pro porão encher máquina. Gentê, não ter tanque me angustia. Tem uma pia que parece tanque mas não é. Onde vou lavar minhas roupas que têm que ser lavadas "na mão", como diria Marlene, minha mãezinha preta? Vou ler alguma coisa, estudar espanhol se assim eu desejar, e quando está perto das 4, faço jantar se os ingredientes calham de estar aqui. Se não, espero pra ir no super.

Mas isso só até a semana que vem, quando começam as aulas. Aí eu vou estar tão ocupada. Tereei que planejar aulas nas segundas e quartas à tarde e ir pra escola, de onde sairei somente às 9 da noite.

Eu falei, gentê. A parte mais emocionante do dia é ir ao banheiro.

6 comentários:

  1. TiVo é o que há, hein! TiVo é de deus hauahuah
    e nada como morar com pessoas que não falam português/não lêem o blog, né? ai de mim se reclamar das minhas pessoas no blog...
    ;)
    bjim!

    ResponderExcluir
  2. Thata, TiVo é o máximo. E B. até entende português, mas ele não quer ler meu blog, justamente pra eu poder reclamar...

    ResponderExcluir
  3. Ione, eu estou "conhecendo" um monte de gente legal pelo blog da Thata.Então, né, achei vc lá...
    Mas sobre seu post, me lembrou aquele personagem, acho que do Falkner, que ninguém ia visitar!

    Mas no seu caso, isso não é verdade :*

    ResponderExcluir
  4. ai, Ione, que agora você me deixou sentindo culpa por ter deixado aquele monte de louça lá na pia, depois do jantar.

    é preciso um descanso de algumas horas antes de iniciar o processo de limpeza. não?

    ResponderExcluir
  5. Helen, welcome!

    Renata, eu já vou lavando enquanto vou fazendo comida. Aí a gente come e eu já quero voltar e lavar o resto. Porque louça que vai ficando na pia vai ficando cada vez mais nojinho e dá muito mais preguiça...

    ResponderExcluir