21.2.06

Magic 8 ball, eu vou conseguir parar de fumar?

Don't count on it.

Bolinha filha da poota.

Tá. Então eu:

(a) menti;
(b) sou uma fraca nojenta;
(c) sou tipo uma adolescente que, porque a amiga fraquejou, resolve que também pode fraquejar;
(d) sou uma excelente amiga - tanto que ao ver a amiga fraquejar resolve fumar só mais uma semana só pra fazer companhia.
Se eu fosse mentir agora e ser boa e piedosa comigo mesma, eu diria (d), mas a verdade é que eu sou uma pessoa fraca, porém não nojenta. Eu fumei, pessoal. Tá? Ouquei? Atirem pedrinhas em mim agora. Tragam o milho para que nele eu possa me ajoelhar. Coloquem-me no paredão. Digam o quanto eu não presto e o quanto eu sou traiçoeira e vulgar. Tá, tá, tá. Podem me açoitar. Eu mereço.

Eu sou uma vítima de minha fraqueza, de meu vício.

Mea culpa.

Mas aí, você tem que compreender o quanto é duro. Pense aí numa coisa de que você goste muito. Digamos que você goste de séquiço. Não que você goste, veja bem, mas, né? A nível de hipótese? Enquanto opção? Digamos, então, a nível de hipótese pra me ajudar aqui a make my case, que você goste muito de séquiço.

Pense. Depois de beber um pouquinho, ômeudeus.

Imagine. Se você der uma rapidinha, você vai até começar a pensar melhor. Ajuda nas sinapses.

Reflita. É bom fazer antes do trabalho, apesar do bafo da manhã, ou depois do trabalho, não importa. E após as refeições. Concorda? Hm? Aí que alguém - você - diz pra você que, olha, é muito bom mesmo, é muito delicioso, que é bom de fazer isso quando você está feliz, quando está frio, quando chove, quando você está sozinha (alô!, é possível experimentar o séquiço sozinha!), quando você está preocupada.

Compreenda. Você atingiu o estágio da compreensão. Né? Porque você realmente não consegue viver sem séquiço. E pensar que essa é a última vez que você poderá praticar o intercurso para o resto de sua vida te deixa desolada.

Ouquei, ouquei, I get that séquiço não tem contra-indicação (hífen?). Ouquei. A não ser que, né?, estejamos falando de comunistas, que comem, você sabe. Isso não pode. Não pode! The horror! Voltando. Você se diz: essa é a última vez. Da. sua. vida.

O pavor. Please don't leave me alone in the dark.

Aí que adotei a teoria do amigo outro que está parando de fumar. Não é assim proibido a vida inteira. É só até completar 60 anos. Ah, bom. Assim, sim. Não é uma perspectiva tão ruim. São só mais 31 anos. 31 anos esperando pra dar mais uma não é tão assim, péssimo. Né? Não é. Adotei.

Aí eu saí e comprei mais um maço. Porque é o último dos próximos trinta e um anos. Eu limpei o teclado hoje e não consegui encaixar a barra de espaço muito bem. Ela só funciona do meio pro lado direito. Se eu aprender a bater espaço com algum dedo da mão esquerda, ela se recusa.ó.viuoqueeufalei?Serecusa.

Enfim. Também comprei 3 caixas de chicletinhos de nicotina. Meus melhores amigos.

17.2.06

Essa sou eu

Em um linque.

É isso mesmo. A preguiça existe para escrever, não para colocar linques. Tá? :p

13.2.06

Eu tenho uma série de pensamentos obsessivos que vão se sucedendo.

Era o moço, era a vinda dele, e o amãr, depois era o negócio outro do visto, e o dinheiro - o fato de não o ter (e quase coloco o pronome longe do "não", que o atrai e eu nunca mais ia me perdoar pelo lapso), e depois, agora, como não poderia deixar de ser, ele me deixou. Não vai assustando ainda, que é só o cigarro. Ainda, né? Porque o dia fatal ocorrerá, possivelmente. A gente tem que pensar nessas coisas para evistar frustração na vida, já dizia Sêneca. E, tipo, eu preciso contar que eu fumei um ou dois cigarros por dia, porque, juro, gente, me dá até uma opressão no peito, do tipo, meudeus, nunca mais, nunca mais! Adeus, coleguinha! Meu lencinho branco enxugando as lágrimas de dor que escorrem teimosamente sobre minha face.

E o mau humor? Eu concordo que eu sou chatinha e pego no pé de todo mundo e acho todo mundo estúpido (não que eu seja mega master smart, mas você me entende, hopefully). Mas aí tem esse estranho fênomeno do aumento gigantesco e fora de qualquer proporção aceitável no número de gente estúpida quando eu estou com mau humor. Ontem eu realmente não estava mais me suportando e fui dormir cedíssimo até por conta disso (e por conta duma aula bem de manhãzinha) e ainda assim deu muito tempo de fazer muito estrago, porque tudo nessa vida me irritava à enésima potência: linguagem de MSN me irrita, minha mãe cantando na cozinha me irrita, a impressora que se recusa a funcionar me irrita muitíssimo, blahblahblah. Please shoot me.

Oh, so nice.

Memo.

10.2.06

Biribinhas e guaraná champagne,

porque hoje é aniversário da Lígia. Ueba!

9.2.06

Aí eu tenho uma pança grande, enorme, gigantesca, de proporções assustadoras,

porque eu engordei 1 quilo durante as festanças do fim de ano, mas só consegui emagrecer meio quilo. E juro pra você que o meio quilo todo está na minha pança. Aí eu só fico pensando que o mocinho vem pra cá e eu vou estar com essa pança e. AAAAIIIIIII. Fico pensando que quando eu puser o biquini, que tem aquele elástico que aperta mais, a barriga vai ficar dividida em dois grandes gomos e. "Acho que ando tendo pensamentos anoréxicos, mãe." Juro. Não sei como minha mãe aguenta.

Então, dessa vez é sério. De novo. Toda vez é.

Eu sei que eu já disse isso mil vezes e você provavelmente não acredita mais em mim. Mas dessa vez eu juro que é sério. Eu estou hormonalmente louca, mas não ligo. Agora TPM dura 2 semanas? Desde quando esse inferno? Por que eu mereceria 2 semanas de TPM? O que eu fiz de errado? Aí eu acho que estou sendo castigada por fumar. Modos que eu parei ontem.

De novo.

Aí me deu uma dor de cabeça monstro. Ouquei, pode ter sido porque eu tive que passar 2 horas, num calor de 35ºC, dentro de um ônibus barulhento, com uma criancinha berrando e berrando e berrando, e berrando mais um pouco e insanamente, meudeus, as unidades parentais não têm mais controle sobre os filhos, jesuis?, que eu quase me levantei pra dar uma marretada naquela pequena cabeça. Enquanto isso eu lia Lolita e juro que uma mulher ao meu lado ficou olhando estranho pra mim, tipo?, Lolita?, e eu fingi que não vi a cara de despeito dela. Aí eu não aguentei mais e masquei com todo amor chicletinhos de nicotina. Mas só dois, porque eu nem quero trocar o cigarro por chicletinhos de nicotina. Que fazem a língua ficar meio dormente. É muito estranho.

Aí, Renata-só-você-entende-meu-ciúme. Não vou explicar pra não ficar com raiva (mais raiva). Daí eu desejei muita diversão e fui dormir. Às 7 da noite. Tá, era só uma soneca.

Nunca que eu suei tanto na vida. E chega até que eu tô com taquicardia. É normal isso? Hoje eu tomei café e fiquei com medo de dar vontade de fumar. Eu voltei pro quarto e chacoalhei a caixinha de cigarros, mas eu realmente fumei o último anteontem. Temo o dia em que eu colocar em meus lábios um pouco de cerveja. Não posso nem pensar nesse dia. Ah, e que orgulho de mim, eu fui à padaria ontem e nem comprei mais cigarros, you know, só pra saber que eles estão lá. Porque se eles estiverem lá eu vou querê-los pra sempre dentro de meus pulmões.

6.2.06

Alguém me ajuda

Você, como eu, não consegue assistir a somente *um* episódio de Friends por vez? Se sim, por favor, eu preciso de sua ajuda a-go-ra. Qual é o episódio em que aparece a magic 8 ball, sem ser o episódio em que a Phobe odeia PBS? Essa pergunta já vem me atormentando desde sábado, só consigo pensar nisso. Só nisso. Alguém?

2.2.06

Fófos e fófas que me ajudam a conseguir alunos para aulas de inglês,

Peguem ali ao lado o selinho de novo. Deu um tilte no outro.

Agradecida.

Ai, eu amo essa coisinha

  1. Eu sou bonita? As I see it, yes. - Tô impressionada. A bolinha 8 mágica me acha nunita.
  2. Eu sou cheirosa? Signs point to yes. - Ouquei. Eu tomei banho hoje, mas não passei perfume.
  3. Eu sou gostosa? You may rely on it. - Oh, wow. Se a bolinha está falando, ouquei. Also, quão abalada está sua auto-estima pra você fazer perguntas assim pra bolinha 8 mágica? I'm such an idiot.
  4. Tá. Agora vamos parar de fingir. Ninguém aqui quer saber se eu sou bonita, cheirosa e gostosa. Todo mundo sabe que mulher só pergunta coisas referentes a amãr (ou dinheiro). Portanto: Eu sjdlskdjlskdjslkdjslkdjlskjd slkdjslkdj sd amãr? Concentrate and ask again. - Damn magic ball! She can tell that I'm cheating.
  5. [insira aqui a pergunta sobre amãr] Yes! - Oh YEAH!
  6. [insira aqui outra pergunta sobre amãr] As I see it, yes. - Tá, tudo bem. Quando eu perguntei se eu era bonita, essa resposta convencia. Eu quero saber a verdade, bolinha mágica, não me esconda nada.
  7. [insira aqui a outra pergunta sobre amãr n.º 6] - You may rely on it. - Ah, tá. Agora sim. Melhor parar de perguntar, né? Eu acho.
Desde que vi no Friends, nunca mais parei de desejar ter essa bolinha mágica.