18.9.06

A gente também chora quando vê os camelos chorarem

Você tem que ver esse filme. É sério. Você tem que.

Aqui, para ver fotos.

Aqui, para ver fotos e ouvir um pouco da música.

Agarrei Cuca decumforça. Cuca, Cuca, eu nunca ia te abandonar se eu fosse sua mãe cã.

4 comentários:

  1. Eu chorei tanto, tanto. E tudo o que mais queria era trazer o camelinho pra mim, e cuidar dele, e apertá-lo, e dar todo o amor do mundo. E eu também apertei meu gato e fiquei achando que ele se sentia abandonado, e chorei só de imaginar! Fofo, né?

    P.S.: Amo tanto seu blog, mas nunca escrevi nada. *vergonha*

    ResponderExcluir
  2. Bom, eu confesso, eu fico com um puta medo de assistir filmes que todo mundo diz que chora, pois detesto chorar... daí, se assisto o filme e não choro me sinto um fdp insensível... sei lá... bobeira, né?
    Uma dúvida ignorante, tá nos cinemas, tá nas locadoras?!?!?

    ResponderExcluir
  3. Sabrina, eu só chorei por dentro.

    Carecone, está nas locadoras - documentários. Mas não é bem documentário. Se você não chorar com o camelinho chorando, eu não sei o que vai fazer você chorar.

    ResponderExcluir
  4. A Alessandra e eu olhávamos o cartaz e ficávamos imaginando o que seria a história. Entramos no cinema já achando que sabíamos tudo: mamãe camela tinha ido passear no deserto com filhinho e se perdido dele. Criamos até o título extra-oficial de "Camelinho, volte para casa". Quando a gente finalmente foi ver, fiquei tocando terror na fila: "vai chorar, vai chorar".

    Eu sei é que quando eu crescer quero ser flautista de camelo.

    ResponderExcluir