25.3.06

Eu fico assim muito incrível

e me pergunto quais seriam as razões pelas quais as pessoas lêem blogs. Ouquei, você poderá dizer que é como ler o diário de alguém. Mas aí, quando você lê o diário de alguém, você pelo menos conhece a pessoa e sabe que não deveria estar lendo aquilo de jeito nenhum nessa terra, mas lê mesmo assim e isso faz com que você queira ler mais, e mais rápido, pro caso de alguém entrar nesse mesmo instante e pegar você no pulo fazendo coisa que não deve.

Tipo quando você acha que fumar é legal (mal sabendo que, ao aproximar-se perigosamente dos 30 você quererá parar e terá como melhores amigos os chicletinhos de nicotina que você não masca faz tempo porque fica fumando enlouquecidamente pensando nos anos que terá que enfrentar sem eles) e se tranca no quarto, etc., para que logo em seguida sua mãe bata à porta e pergunte o que você está fazendo aí e você jogue a bituca mal apagada pela janela, blahblahblah, e ela entre e pergunte por que raios você trancou a porta. Porque a sua vida não é um seriado americano, em que é normal que os filhos de dez-algo-anos tranquem as portas dos próprios quartos, como se fosse assim um outro mundo paralelo. Uma nação soberana. Chamem a ONU, por favor. O Conselho de Segurança. É preciso que as pessoas mais pobrinhas que ganham mesada ou salário merreca tenham alguma voz nesse mundo! Enfim. Eu não tenho dez-algo-anos, bem longe disso, deixa eu lhe dizer. Eu sou, pessoas, uma tiazona que não levanta a bunda dessa cadeira pra beber una cervezita porque lhe faltam forças, mas meu quarto é ainda meu país.

Mas não é o caso de ser proibido, porque quem escreve blog sabe que corre o risco de alguém ler, às vezes mais de uma pessoa, e corre o risco de topar com gente que conhece de ler por aí, e corre o risco de ficar amigo dessa pessoa, etc. Aí que eu, como a Angélica, fico olhando de onde as pessoas lêem esse blog e me perguntando sobre o porquê. Por quê? Tem uma pessoa no estado de Nova Iorque, uma em Massachusetts, outras na França, Portugal, e até Holanda. E eu realmente gostaria de saber quem são vocês e dizer um oi e dar um sorrisinho.

Então, pessoas em terras além-mar (não me desfazendo das pessoas situadas no território nacional): oi. :)

7 comentários:

  1. Eu sou daqui do Brasil mes, rs.
    Leio porque mesmo que eu não te conheça, ou nunca vá te conhecer, sei que aqui sempre vai ter algum post engraçado, ou link interessante para mostrar, ou quem sabe até uma novelinha (pedir demais né?). Ah é divertido :)

    ResponderExcluir
  2. Nussa, Dani, então você é das antigas. Porque a novelinha é realmente uma coisa que é muito, mas muito velha.

    Volte sempre :)

    Oi, Annix. :*

    ResponderExcluir
  3. Hu, oi. Porque este blog é muito legal. É uma história, ora tensa, ora bela, ora divertida.. ãnssim ( rs ) vc transforma cotidiano em vida...

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Melyanna, puxa vida. Desse jeito parece que eu sou um personagem... :*

    ResponderExcluir
  5. Eu ja lia o teu blog quando morava em Sampa, e depois que me mudei 'pro estado de NY' continuei lendo :-) Nao te conheco irl, mas acho o teu blog legal, interessante, e muito, muito divertido. MOITO divertido. :-) Sao cronicas bacanas sobre um cotidiano muito diferente do meu - adoraveis de se ler. Beijinhos pra vc aqui da terra da neve e do frio (onde a primavera finalmente parece que ta querendo chegar - ufa!).

    PS: Deixa eu te perguntar: vc nao le blogs alheios de pessoas 'desconhecidas'?

    ResponderExcluir
  6. eu te conheço e não te compro.
    mas te adouro.
    hauhauha
    beijas,

    ResponderExcluir