25.8.05

Jogue, jogue, jogue

mancala. Tá, a página fala outro nome mas é a mesma coisa. É um jogo originalmente africano que tem um milhão de variações, mas não se importe. Divirta-se. Só consigo ganhar do computador se jogar no nível totally and completely dummy. Outro joguinho de que eu gosto é Fox and Geese. A vantagem de se jogar contra o computador é que, se você for competitiva(0) como eu, não vai querer socar o computador, porque custa caro, enquanto que, na vida real, você vai chorar no banheiro bufando e sentindo raiva de si porque você é tão burra(o) - perceba que eu não faço tudo isso: a parte de chorar no banheiro não é verdadeira.

O legal desses joguinhos é que dá pra fazer versões em casa, bem baratinho. Aqui, você encontra as regras para se jogar Fox and Geese e acolá, as regras pra se jogar mancala. Ou, se você estiver a fim de gastar uma graninha e comprar os jogos mais lindos e mais bacanas desse mundo, tomar um café e passar a tarde jogando lá na loja, pode ir à Origem. Os jogos têm nomes diferentes, mas estão lá. Por exemplo, o jogo da raposa e dos gansos, tem um tabuleiro um pouco diferente, mas em vez de raposa, é da onça. Bacanérrimo.

Pronto, acabou o momento cultural e a gente pode voltar às nossas vidas de sempre, em que falamos de assuntos tão intrigantes como xampus, sabões, batatas fritas e pessoas estranhas.

12 comentários:

  1. Eu AMO a Origem e gasto todos os meus dinheiros lá quando vou a São Paulo! E o Mancala, na Origem, se chama Mancala mesmo. Quando voltar lá, jogue (e compre!) Vikings, que é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu também adoro a Origem! No ano retrasado, eu dei Vikings pro Jé de presente de aniversário e passávamos horas jogando. Mas ele sempre ganhava, o que me enfurecia, então fui perdendo o interesse. (E agora eu me pergunto: onde é que ele se meteu?? O jogo, não o Jé) Contudo, como a Paula disse, é um jogo maravilhoso (e as pecinhas e o tabuleiro são lindinhos)
    Acho que o próximo jogo que eu vou dar de presente ao Jé-maníaco por jogos é Solução, porque assim ele fica pensando sozinho em como resolver e não entramos em atrito :o)

    ResponderExcluir
  3. Meninas, eu sei! Origem é o melhor lugar. Eu tenho um xô-dô-quim (eu sei, não é assim que se escreve) que é meu (atenção ao trocadilho) xodó.

    Mas, caceta, coisarada cara dos infernos. Vou confeccionar em casa com sucata.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ione...

    Leio você há tempos, nunca comentei, talvez por timidez, mas na verdade, pq não tinha nada para falar.

    Hoje eu tenho....EU ENCONTREI SEUS TEXTOS NOVAMENTE!!!!!

    Adoro o que vc escreve, as letrinhas ficam lindas quando "juntadas" por você.

    Fico feliz por "ver" vc novamente, feliz por mim, em poder ler coisas tão lindas assim!!!

    Felicidades

    Roseli

    ResponderExcluir
  5. Oooon, Roseli, que flor...

    Beijo para você :*

    ResponderExcluir
  6. minha mãe tem todos esses jogos e muito mais.

    mas ela não deixa a gente brincar muito, tem ciúme...

    ResponderExcluir
  7. ioney, minha alma gêmea, eu tb tenho o "xodó-qui". haha.

    ResponderExcluir
  8. Eu me lembro, sim, eu me lembro... Nos idos de 1986, quando era um mero "aborrecente" de 15 anos, já era um programador "dos bão". Dominava as linguagens BASIC e Assembly Z80 tão bem quanto o português.

    No meu intimorato TK90-X, da Microdigital (sei que vocês não vão lembrar - eu sou um "microssauro"), programei exatamente o jogo da raposa e dos gansos, e jogava por horas a fio.

    Êêêêêê, tempo bão!!!

    ResponderExcluir
  9. Isto aqui está voltando a ser pop ou é impressão minha? Estou vislumbrando uma aposta a ser paga no final do a-nô!...

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Daquelas viagens que fazemos meio sem rumo na net, vim parar aqui...
    E fiquei.
    Lendo seus posts, mas confesso que não tive muita paciência de ler todo o scrap do seu pretendente...rs.
    Gosto das coisas simples, embora nenhum de nós seja, mesmo que diga o contrário.
    Se me permites, voltarei...
    E por sua influência, vou ver o tal destes joguinhos...
    Angela

    ResponderExcluir
  11. Sim, mas e as questões que intrigam a humanidade? Donde estão?

    Fábio

    ResponderExcluir
  12. Jogadores do mundo, uni-vos!

    ResponderExcluir