21.6.05

Semper eadem

(...)
Deixa-me o coração confiar no que suponho,
Dentro em teus olhos mergulhar como num sonho,
E dormir longo tempo à sombra de teus cílios!

Charles Baudelaire

Nenhum comentário:

Postar um comentário