13.6.05

Peixes pra ver

peixinho


Eu gosto de peixes. Às vezes eu como peixes, mas ainda assim eu gosto deles. Cuca não entende por qual motivo alguém teria um aquário. Ela acha que é uma idéia besta. Ela é bem esperta, em certas ocasições. Esta, por exemplo.
Just before our love got lost you said
I am as constant as a northern star
And I said, constant in the darkness
Where’s that at?
If you want me I’ll be in the bar
Ouvindo Joni Mitchell e me sentindo absolutamente melancólica. Blue, as in deep blue. Think blue wherever you look at.. Pensa assim no céu num dia perfeito, sem nuvens pra atrapalhar as coisas. Acho que você entendeu agora.
Oh I am a lonely painter
I live in a box of paints
I’m frightened by the devil
And I’m drawn to those ones that ain’t afraid
Eu podia ficar olhando os peixinhos nadando de cá pra lá, sem se preocuparem com nada nesse mundo a não ser fazerem essas bolhas bobinhas e bonitas que eles fazem. Pra sempre. É tudo de relaxante. Dá a sensação de que as coisas podem dar certo. Como se não houvesse outro modo das coisas acontecerem, a não ser que elas dessem certo. Sempre gostei de bolhas.
Oh you are in my blood like holy wine
Oh and you taste so bitter but you taste so sweet
Eu queria que quando eu tivesse sido criança, eu tivesse passado muito tempo fazendo bolhas de sabão numa banheira. Que eu costumasse passar horas tentando fazer a bolha perfeita, que não se desaparecesse nem se desmanchasse quando tocasse o tapete no chão. Minha mãe, certamente, iria bater na porta várias e várias vezes. Pronta? Eu acharia que não existia no mundo uma criança mais limpinha. Eu queria que eu adorasse a sensação de sentir meus pequeninos pezinhos de criança no tapetinho. E que isso fosse tão bobinho. Um momento de felicidade plena, bem ali.
Cause part of you pours out of me
In these lines from time to time
Você ainda está me acompanhando? Acho que ninguém liga pra letras de música. O que eu estava dizendo mesmo? Ah, lembrei, a tristeza. Sabe o que é triste? Não é assim que meu coração está partido. Não é assim que alguém tenha conseguido aniquilar todos os tantinhos de esperança e amor que havia nele (de cuja existência eu tenho certeza - Deus! quão ridículo é isso? Não ria, por favor. Por favor). É que não haver ninguém, é assim, como direi? vazio.

Preciso tanto de um banho de espuma. Eu colocaria peixinhos pra nadar entre as minhas pernas.

2 comentários:

  1. e um peixinho iria flutuar dentro de um bolha de sabão e seria lindo lindo!! a bolha estouraria e ele cairia dentro de outra bolha!! hihi
    Eu adorava fazer bolhinhas de sabão com um canudo de mamona!
    Beijinho,
    Manu

    ResponderExcluir
  2. Ai, ai. Eu deveria conhecer mais Joni Mitchell. Eu adoro as duas músicas dela em "Simplesmente Amor".

    ResponderExcluir